banner slider

O verdadeiro Avivamento Pentecostal caracteriza-se pelo cumprimento da Promessa (parte 3/7)


O livro de Atos capítulo dois inicia com as palavras: "E cumprindo o dia de pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar" (At 2.1). É muito salutar meditar demoradamente nessas expressões: "Reunidos no mesmo lugar". Evidencia uma unidade perfeita: mesma doutrina, mesma igreja, mesmas instruções, mesmo entendimento, mesmo costume. Todos entendiam com igualdade os ensinamentos de Jesus. Naquela reunião não havia divisão, todos eram um.

Foi num ambiente com essas características que Deus cumpriu sua promessa, demonstrando que a unidade corresponde aos ideais de Deus para o derramamento do Espírito.

Pentecostes, palavra grega que significa "quinquagésimo" (cinquenta). Dentro das tradições judaicas e cristãs, o termo "pentecostes" faz referência a segunda grande festa do ano judaico, a Festa das Semanas ou das Primícias, onde o ponto mais importante era o "quinquagésimo" dia.

Na festa das Primícias (Semanas), toda colheita era dedicada a Deus conf. (Ex 23.16; Lv 23.15-21; Nm 28.26-31). "...Contareis cinquenta dias, então oferecereis nova oferta de manjares ao Senhor" (Lv 23.16). Esta festa se iniciou pouco tempo depois da saída do Egito com Moisés e teve sua maior manifestação de caráter espiritual cinquenta dias depois da ressurreição de Jesus, onde 120 pessoas no Cenáculo foram cheias do Espírito Santo.

Essa é uma premissa permanente para os sedentos da ação de Deus. O que Jesus prometeu como batismo é descrito aqui como enchimento, isto é, uma experiência plena, satisfatória. Alguns tentam fazer distinção entre ser batizado no Espírito e ser cheio. Realmente a Bíblia usa variedades de termos, o termo grego: "Kai eplésthesan pantes pneúmatos hagíou", indica que todos foram cheios, e como consequência desse enchimento começaram a falar em outras línguas conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem (Atos 2.4).

Existem Igrejas tradicionais que defendem o pensamento de que somente os 12 apóstolos ficaram cheios. Entretanto, foram faladas mais de doze línguas. Depois quando Pedro falou a um grande grupo em Jerusalém, disse que o dom semelhantemente descera sobre os gentios, "que também dera a nós, aos crermos no Senhor Jesus Cristo". Isto demonstra que o Espírito desceu do mesmo modo, não somente aos 12, mas ainda sobre os 120 e também sobre os 3000 que creram no dia de Pentecostes. Evidentemente, a experiência era e é para todos.

Aqueles que não creem vivem engendrando argumentos para descaracterizar as evidências do Batismo no Espírito Santo. Todavia mesmo lutando para descaracterizá-las, continuam defendendo o Batismo no Espírito Santo sem evidências. Quando ocorreu enchimento, todos souberam. Não foi uma coisa secreta, escondida e no silêncio da madrugada. Os sinais do Batismo foram contemplados por todos, as evidências continuam sendo as mesmas! O sinal do batismo continua sendo línguas (glossolalia) (At 2.4).

Tão logo ficaram cheios, os 120 começaram a falar e continuam falando em outras línguas. "Começaram" é significado no que evidencia  como em At 1.1, que o que foi começado teve continuidade em outras ocasiões, assim indicando que as línguas eram o acompanhamento normal do batismo no Espírito Santo.

Esse dom de falar vinha à medida que o Espírito lhes concedia a expressão oral (continuava a dar e se conservava dando-lhes para manifestação ou para falarem). Isto é, eles usavam suas línguas, seus músculos. Eles falavam, mas as palavras não vinham de suas mentes ou raciocínios. O Espírito lhes dava a mensagem que eles apresentavam com intrepidez, em voz alta, com evidência unção e poder. Esse era um sinal do Batismo no Espírito Santo que foi repetido.



Fonte: O Grão de trigo que gerou as Assembleias de Deus, p. 29-31.
Extraído do livro: (4° EBOM) Pentecostalismo e História, AD São Mateus, comentários: Pr. José Elias Croce

"A História da Igreja - Características do Avivamento Pentecostal" foi divida em 7 partes. Continue apreciando esta brilhante matéria em nosso cronograma completo.

2 comentários:

  1. Olá meus queridos irmãos, Graça e Paz.
    Parabéns pelo blog muinto edificante. Como sempre tenho dito; crescemos quando lemos, quando compartilhamos e que aprendemos. Aprendendo uns com os
    outros crescemos na graça e conhecimento.
    Aproveito a oportunidade para compartilhar também o nosso blog. Notícias, Eventos, Músicas, reflexões e tudo que move o meio gospel.
    Ficaremos felizes por vossa visita e mais ainda se nos seguir-nos.
    Deus continue lhe abençoando Ricamente
    Josiel Dias
    Mensagem Edificante para alma
    http://josiel-dias.blogspot.com.br
    Rio de Janeiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amado irmão Josiel Dias. Fico grato pelas belas palavras.
      É muito bom saber sua opinião sobre nossos posts, me motiva a continuar trabalhando, sabendo que outros estão lendo, aprendendo e sendo edificados, com assuntos que um dia eu li, e aprendi muito.
      Como o amado disse, crescemos na graça e conhecimento.

      Deus abençoe grandemente sua vida.
      Já estou seguindo o seu trabalho.
      Em tudo, Deus seja louvado em sua vida.
      Grande abraço, fica na paz de Cristo.

      Excluir